Postagens

Mostrando postagens de 2015

Semana 3 e 4(Financial Markets) - Corporate Stocks and Real Estate

Imagem
Resumi as 3 semanas em um post, pois tratam de temas já amplamente discutidos aqui na blogosfera. A maioria são conceitos básicos, por isso irei apenas sintetiza-los aqui.

Corporate Stocks

Corpoation: significa Pessoa Artificial.
Historicamente as primeiras vendas de partes de corporações ocorreram na Roma Antiga, em um pequeno mercado de ações chamado de Publicani.

Nos E.U.A o patrimônio é chamado de Equity, o próprio nome tem uma conotação de igualdade. E ele é medido em cotas(shares). Cada Share equivale a um voto. Isso é extremamente democrático, pois todos aqueles que possuem shares, participam da eleição do Board of Directors(Conselho), que são as pessoas que realmente dão as diretrizes de uma empresa.
Os CEOs devem dar satisfação para eles e devem fazer votações para tomar as decisões mais importantes.

Obviamente, uma pessoa pode ter mais de uma cota. Por isso, como tudo no mundo, indivíduos tendem a ir acumulando e, consequentemente, passam a ter mais peso e influencia nas vo…

Semana 2(Financial Markets) - Efficient Markets and Behavioral Finance

Imagem
Continuando sobre apontamentos importantes que vi no curso, estou trazendo pra vocês no post de hoje um pequeno resumo sobre a semana 2 e 3!

Mercados Eficientes vs Finanças Comportamentais.:
boa parte de nós faz previsões boas, inteligentes, sensatas, baseando-se em fatos que deveriam gerar respostas como as que prevemos, no entanto, sabemos que o mercado joga diferentemente. Ele dita as regras, e poucas certezas, provam-se como certezas no final.
E isso traz questões, o mercado é eficiente? Quão eficiente ele é? Ele age como deveria?

O primeiro homem a reconhecer este tema foi Eugene Fama, ele foi basicamente o inventor do termo "efficient markets" que, em sua teoria, significa que o mercado financeiro é perfeito. Foi uma verdadeira revolução para o mundo das finanças, o interessante é que essa ideia surgiu em por volta de 1960, bem recente mesmo.
Aí, em por volta de 1980 surgiram economistas trabalhando a ideia de Finanças Comportamentais, foi como uma resposta a antiga e…

Semana 1(Financial Markets) - Basic Principles and Risk Management

Imagem
Domingo fechei a quarta semana do curso que tenho feito, falei sobre ele aqui. Resolvi fazer esse post para compartilhar pontos que achei importante e percebi que algumas coisas mudaram muito na minha visão do início do curso pra cá. Dividirei esse post em 4 para facilitar a leitura e para que vocês possam digerir mais facilmente!

Semana 1: Princípios Básicos e Análise de Risco

Essa parte do curso foi moleza, porque quem ta acostumado a ler a blogosfera entende muito bem como funcionam os princípios básicos. O professor começa falando sobre Portfólio, leverage(alavancagem) e equity premium. Percebi que o Brasil é muito complicado para se investir logo na primeira aula.

Equity Premium trata-se de um conceito que mede a vantagem de se investir em um ativo de risco maior, frente a títulos do governo, cujo risco é soberano e, portanto, deveria ser mínimo. Logo, investimento em Ações/FIIs deveriam pagar MAIS, por oferecem um risco MAIOR, mas na prática, sabemos que não é isso que acontece…

Financial Markets

Imagem
Prezados leitores,

No inicio dessa semana comecei a fazer um curso bem interessante. Ele é online e gratuito, mas você pode pagar caso se importe com o certificado(custa U$29.00). Ele é oferecido pela Universidade Yale, provavelmente todos vocês já ouviram falar nela alguma vez na vida, ela possui um forte nome e grande aceitação em diversos ramos, principalmente no mercado financeiro. Infelizmente o curso não possui legenda em português, sendo necessário um certo conhecimento em inglês.
O professor é o Robert Shiller, vencedor do Prêmio Nobel de ciências econômicas em 2013, ele explica realmente muito bem, vale a pena dar uma conferida. A notícia ruim é que o primeiro módulo do curso deve ser entregue até 8, a boa notícia é que da pra fazer tudo em um dia, embora obviamente seja mais difícil absorver tudo de uma vez! No total são 8 módulos, ou seja, 2 meses de duração do curso. Se perderem essa data, acredito que uma nova leva comece no dia 30 de novembro.

Segue o link:
https://www.c…

Compra de FII na Atual Conjuntura Econômica

Imagem
Outubro de 2015. Conforme acompanho a deterioração do cenário político econômico brasileiro. Com boas doses de aumento de impostos, crescimento de dívidas, cortes em investimentos, fechamento de escolas, incontáveis greves surgindo no sul e se espalhando pelo país, disparada do dólar, inadimplência, risco de rebaixamento do rating, entre outros fatores negativos. Prevejo um futuro brilhante para meus investimentos. Hoje, temos a renda fixa pagando nada mais que o juros mais alto do mundo. Meus olhos de investidor brilham. Em meio ao caos, encho meu carrinho com ações baratas e extensos contratos de juros altos. É uma benção.
Pessimismo e Preços Caindo
Eu venho checando diariamente os preços dos ativos de FIIs e, tirando pouquíssimas exceções, vejo apenas queda de preços. Os motivos são diversos e refletem principalmente as dificuldades futuras do mercado imobiliário, mas observando como investidor, a queda do preço de um ativo que não se pretende vender é algo maravilhoso. Eu gosto d…

Porque FIIs?

Imagem
Brasil não é Estados Unidos. Gosto do Buffett e da sua ideia de investimentos de holding eterno, mas sou desconfiado de que as empresas brasileiras sejam incapazes de gerar lucros continuamente durante o longo prazo. De fato, tenho bons motivos para ser cético.

O que vejo como mais promissor nessa terra, são os imóveis. Não porque são especiais, mas porque são mais fáceis de serem administrados. Entre fundos de investimentos e imóveis, escolho os primeiros. Eles são isentos de imposto de renda, o valor mínimo para investir é menor, possuem menor risco de desvalorização, a gestão é feita por profissionais (me deixando livre de dores de cabeça), possui maior liquidez (facilidade para vender) e por último, mas não menos importante, tem seu risco diluído (refiro-me ao risco de desvalorização e deterioração, já que um fundo pode ser formado por mais de um empreendimento). Para escolher, gosto de pensar que estou escolhendo um apartamento para alugar para mim ou para algum burguês da minha…

A Moto do Burguês Inglório

Imagem
Uma das decisões mais importantes que fiz durante o caminho para me tornar burguês foi comprar uma moto. Mais especificamente uma scooter. Claro que ela não trazia pontos de estilo, mas a economia que ela me gerou foi o que fez sobrar dinheiro para aportar no começo da minha carreira. Às vezes é fácil esquecer de onde viemos, mas talvez, se eu tivesse comprado um carro como o gado que me acompanhava, provavelmente ainda estaria no nível deles. Na época eu trabalhava e estudava. O trajeto que eu percorria entre casa/trabalho/faculdade era de cerca de 100km/dia. Veja a impactante comparação:
Volkswagen UP Preço: 32.000,00
Consumo: 11.2 Km/l; 8.9l por dia; 200l por mês = 640,00 reais em gasolina
Seguro: 1.200,00 reais
IPVA: 4%; 1.280,00 reais
DPVAT: 105,00 reais
Estacionamento: 250,00(trabalho) e 150,00(faculdade) = 400,00 reais/mês.

Gasto Anual: nesse primeiro ano seria gasto R$47.065,00 para pagar o carro, e nos anos seguintes com o carro quitado o valor seria de R$15.065,00. Fora gast…

Carteira

Imagem
- I want you to go in that bag, and find my wallet. - Which one is it? - It's the one that says Bad Motherfucker.
Este post fica fixado no menu do blog. Sempre que houver compras, vendas, doações, bônus, splits, ou qualquer outra alteração que não seja uma simples oscilação, um novo post será escrito e haverá um link de redirecionamento para aqueles que querem ver os detalhes dos ativos que compõe a Carteira do Burguês. Assim fica mais fácil tanto para o leitor que acompanha o blog com frequência quanto para aquele que raramente lê.

AÇÕES

FJTA3
Total: 200 papéis
Transações:
+ 200 papéis, R$ 1,72 (28/09/2016)


FUNDOS DE INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIOS

BRCR11
Total: 35 papéis
Transações:
+ 7 papéis, R$ 105,12 (03/06/2015)
+ 5 papéis, R$ 104,90 (10/06/2015)
+ 5 papéis, R$ 103,99 (15/09/2015)
+16 papéis, R$ 100,70 (01/12/2015)
+ 2 papéis, R$ 102,25 (14/04/2016)

CTXT11
Total: 20 papéis
Transações:
+ 20 papéis, R$ 60,00 (04/03/2016)

FCFL11B
Total: 1 papel
Transações:
+ 1 papel, R$ 1.300,00 (04/08/2015)

FF…

Estratégia de Investimento

Imagem
"A estratégia sem tática é o caminho mais lento para a vitória. Tática sem estratégia é o ruído antes da derrota." - Sun TzuO objetivo de todo o burguês em ascensão é atingir a independência financeira. Aquele que quiser percorrer este caminho vai passar por três fases.

A primeira a fase onde é necessário ser fiel à visão e aportar duramente. Todos começam aqui, com pouco ou nada, e são completamente dependentes de suas fontes de renda convencionais. Não há muito o que dizer, além de que a pessoa não tem escolha além de se submeter à pressão do mundo e aportar. Faça o seu trabalho com humildade e vá juntando trocados até a próxima fase.

A segunda fase é onde o aportador, que antes era um pobre trabalhador escravizado, agora possui uma independência financeira parcial. Com seus mais de 200 mil na conta, ele já goza de uma autoestima melhor e de uma segurança onde não é obrigado a engolir sapo, visto que todos os seus gastos básicos: moradia, luz, água, alimentação, transporte, …

Sobre

Imagem
A vida é boa. Posso sentir enquanto saboreio meu Martini ao digitar o primeiro post do blog. E com este post inicia-se o fantástico conto da saga do Burguês Inglório. Blog epopeico que narra a história de um jovem paulistano em busca da construção de seu império patrimonial.

Imagino que muitos de vocês devem estar se perguntando como eu me tornei quem sou, de onde vim ou até com o que me pareço e por isso decidiram clicar em "Sobre" pensando que todas essas dúvidas seriam sanadas. O fato é que nada disso é importante. Estou em constante mudança. Sou líquido. Tudo o que você precisa saber, é que comecei pequeno e percorri um longo caminho até me tornar o Burguês. Cabe a você saber se vai seguir meus conselhos e suceder ou se juntar aos perdedores do seu bairro.

Se ainda estiver curioso, aqui está o que precisa saber:
Nasci nos anos 90. Cresci jogando Mario no SNES e assistindo American Psycho. Na escola os professores me chamavam de Bon Vivant. Eu não tenho ideia do porquê, …