Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2019

A Guerra das Classes

Imagem
“There’s class warfare, all right, but it’s my class, the rich class, that’s making war, and we’re winning.”
― Warren Buffett Em qualquer dado momento, as massas estarão rasgando seus egos por meio de disputas externas. Estou falando de times de futebol, "o sul é meu país", roqueiros vs pagodeiros, disputas religiosas, direita contra esquerda, PC master race vs consoleiros, Keynes vs Hayek. Eu poderia passar o dia todo nomeando temas comuns de disputa, eles estão por todos os lados e sempre estarão. Se um dia forem resolvidos, outros surgiram. De fato, é o que tem acontecido em tempo real: Bolsonaro venceu o PT, e com a calmaria surgiram incontáveis guerras internas, sabiamente classificadas como "fogo amigo".

Diante de tanta polarização, é fácil nos vermos obrigados a escolher um dos lados. Eu me recuso a cair nessa armadilha barata. Nós, burgueses de bem, devemos sempre que possível tomar vantagem sobre os dois lados. A diversidade e a polarização, que enfraque…

Perguntas ao Roger da Cidadezinha

Imagem
Alguns meses atrás, Roger da Cidadezinha, em uma volta triunfal para o bem dos burgueses que consideram viver este estilo de vida, se ofereceu para responder algumas dúvidas. Peço desculpas pela demora, aqui estão elas:
INTELECTUAL - Quais as habilidades mais importantes para se viver na sua Vila sob o Campo?

- Quais são seus hobbies prediletos na Vila sob o Campo?

- Você se interessa por sobrevivencialismo?

- Qual seu filme predileto?

- Qual seu quadro ou autor do meio artístico predileto?

- Qual sua música ou álbum predileto?
FINANCEIRO - O meu assunto predileto, sem dúvidas alguma, é LIQUIDEZ. Algum tempo atrás eu estava ouvindo uma música caiçara brasileira da banda Charlie Brown Jr. onde na letra constava "nunca subestime o local / ele se diverte bem mais". Acredito que a frase sintetize a essência da vida na Cidadezinha. Você desenvolve contatos, conquista poder político, influência, amigos leais e exerce seu territorialismo escolhendo fazer o bem para toda a comunidade. É…

Biblioteca de Livros do Burguês

Imagem
Desde pequeno eu sempre fui curioso. Eu fazia tantas perguntas que meus professores me repreendiam por ter excesso de curiosidade. Era como se o mundo estivesse boicotando meu potencial. Porque ninguém respondia minhas perguntas? Minha grande sorte foi ter crescido em uma época onde a internet estava sendo inventada - e não pronta. Os mecanismos de pesquisa apresentavam todo tipo de conteúdo, e ainda não existiam movimentos políticos, nem de censura. 
Tudo era aberto demais. Nesse cenário, aprendi a fazer as perguntas certas como ninguém. O problema é que, eventualmente, marqueteiros astutos conseguiram desvendar os padrões dos mecanismos de busca e passaram a conquistar o topo das pesquisas, logo depois disso centenas de movimentos políticos passaram a dominar a internet e por fim, eu percebi que a grande maioria das minhas respostas já não podiam ser respondidas por internautas.
Havia chegado a hora de dar um passo para trás e reconstruir toda a base do meu conhecimento burguês por…

Um Belo Blog Pela Metade

Imagem
A blogosfera precisa do Burguês Inglório?